Facebook deixa Flash e passa a usar HTML5 nos vídeos da rede social



A companhia já prometia tal mudança há muito, porém, ainda haviam vários desafios a serem vencidos.

O Facebook revelou que a partir de então, todos os vídeos presentes na rede social, que aparecem no Feed de Notícias e páginas irão usar a tecnologia HTML, abandonando de vez o Flash.

A companhia já prometia tal mudança há muito, porém, ainda haviam vários desafios a serem vencidos para que a mudança total para o Flash fosse concretizada.

"Em teoria, a maioria dos navegadores tem suporte a vídeos em HTML5. No entanto, na prática, percebemos que muitos dos navegadores mais antigos simplesmente tinham um desempenho pior com HTML5 do que com o antigo Flash Player. Encontramos mais erros, tempos de carregamentos mais longos e uma experiência geral pior", escreveu o engenheiro do Facebook, Daniel Baulig, em uma postagem na semana passada. "É por isso que esperamos até recentemente para implementar o player HTML5 em todos os navegadores por padrão", disse ainda.

A Adobe anunciou a sua transição do Flash Player e ainda disse que está trabalhando em um novo player de vídeo em HTML5. Algumas dificuldades em adquirir a métrica perfeita, bem como bugs foram questões que atrasaram a implementação do HTML5 em vídeo do Facebook.

"Ao fixar várias pequenas regressões de desempenho e fazer várias micro-otimizações, nós finalmente chegamos a um nível que nos sentimos felizes com a transição", disse Baulig.

De acordo com Baulig, o player em HTML5 conta com vários benefícios, principalmente em relação ao desempenho. Assim, agora os vídeos carregam mais rapidamente  e não exigem muito processamento. O HTML5 também possui mais recursos que ajudam na acessibilidade de conteúdo, como o suporte a legendas.

No entanto, a segurança é a principal vantagem, O Flash possui um histórico grandioso de vulnerabilidades.


Fonte: jornalfloripa 22.12.2015
Gosto? Compartilhe com os amigos:
Share on Google Plus

Sobre o Migre Notícias

A Notícia migrando e inovando cada vez mais...
Postar um comentário