Biografia de uma Virgem: primeiro romance erótico de uma série apimentada


Escritora brasileira não faz por menos e já lança seu primeiro livro em diversos idiomas

Biografia de uma Virgem é o primeiro livro de uma série de três volumes intitulada Histórias de uma Virgem. Os livros abordam o dilema de uma adolescente de 16 anos que diz fazer de tudo no sexo, mas que não admite perder a virgindade sem romantismo e de forma especial.

O livro tem poucas páginas propositalmente para baratear seu custo e incentivar, assim, a aquisição dos três volumes da série, pois os três livros estão sendo lançados simultaneamente, com intervalo de apenas uma semana entre um e outro.

A autora, que utiliza o pseudônimo Donna Padilha, explica que idealizou uma adolescente supostamente para escrever sua história com vários parceiros sexuais mesmo se mantendo virgem, mas garante que não é nada diferente do comportamento de meninas até com menos de 16 anos atualmente.

Na realidade, a autora pretende propor uma reflexão crítica sobre o drama vívido por pré-adolescentes e adolescentes, mediante a erotização infantil, o excesso de incentivo midiático para que percam a virgindade e saiam fazendo sexo com qualquer um, sem nem conhecer direito, e até uma pressão social de que virgindade já era e que toda adolescente já tem suas transas.

O tom é mesmo de perversão. A história tem partes bastante apimentadas, em que a suposta adolescente protagonista conta em detalhes as suas aventuras sexuais com mais de uma dúzia de rapazes em um curto espaço de tempo, e já anuncia prazeres ainda mais fortes para os próximos volumes da série.

Apelidada de Beth, a adolescente de "Biografia de uma Virgem" se diz adepta de tudo no sexo, sem neuras, e que gosta muito de ser vulgar, mas, no fundo, ainda que sem admitir claramente, alimenta o sonho romântico para sua primeira vez, que tem que ter sentimento, ser algo muito especial, marcante, que sua “inauguração” não é uma coisa qualquer e que não admite que seja com qualquer um e feito de qualquer jeito.

Em contrapartida, ela conta como tira proveito de todos os tipos de prazeres no sexo sem precisar perder a virgindade.

Apostando firme em sua carreira como escritora, Donna Padilha, que utiliza um pseudônimo e não aceita ser fotografada de modo algum, mantendo mistério sobre sua identidade, lança sua série de romances eróticos com exclusividade na maior livraria do mundo, a Amazon.

Sonhando alto, a escritora aproveita que a filha Maria Mariah é poliglota e faz as traduções de suas obras para diversos idiomas. As traduções, naturalmente, aumentarão consideravelmente o faturamento, não se limitando aos leitores que compreendem a língua portuguesa. O primeiro livro já se encontra a venda em português, inglês e espanhol. Em breve, estará a venda em francês e italiano. O segundo volume chegará a livraria virtual Amazon ainda esta semana.

Donna Padilha explica que não se trata de vaidade nem pretensão de já chegar no mercado lançando suas obras para o mundo todo, mas que os custos para novos autores no Brasil lançarem uma edição impressa é desanimador e que o e-book tem custo zero, ficando em grande vantagem. A autora acrescenta o importante detalhe de que a cultura do e-book no Brasil ainda está engatinhando, enquanto que nos outros países já está bastante consolidado o consumo desse tipo de arquivo, ou seja, vendendo suas obras em outros idiomas ela só tem a ganhar.

Após a série erótica "Histórias de uma Virgem", com três volumes, Donna Padilha pretende mostrar toda a cultura e conhecimentos gerais adquiridos em décadas de estudos, capacitada para publicar obras em diversas áreas, e tem certeza absoluta de que, investindo nas traduções de suas obras, conseguirá a proeza de viver de direito autoral, o que é muito raro no Brasil, até para autores consagrados. 
 
Fonte: br.blastingnews 08.08.2015
Gosto? Compartilhe com os amigos:
Share on Google Plus

Sobre o DJ Rodrigues

A Notícia migrando e inovando cada vez mais...
Postar um comentário